Vá diretamente para a pesquisa Vá diretamente para a lista de A a Z Vá diretamente para a navegação Vá diretamente para as opções de página Vá diretamente para o conteúdo do site

Prevenção de gravidez indesejada durante o surto do zika vírus

Este site é atualizado com frequência, no entanto, alguns conteúdos podem ser exibidos em inglês até que sejam traduzidos.

Sumário

A infecção pelo zika vírus durante a gravidez pode causar microcefalia e outros defeitos cerebrais graves. O zika vírus também foi ligado a vários outros problemas na gravidez. Evitar ou atrasar a gravidez durante um surto do zika vírus é uma forma de reduzir o número de gravidezes afetadas pelo zika vírus.

Como prevenir uma gravidez indesejada

Caso decida que este é não o melhor momento para ter um bebê, converse com seu médico ou outro profissional de saúde sobre formas de evitar a gravidez. Se você é sexualmente ativa, a melhor maneira de evitar uma gravidez indesejada é usar uma forma eficaz de controle de natalidade [PDF - 1 página] de forma correta e consistentemente toda vez que você tiver relação sexual. É importante encontrar um tipo de controle de natalidade que seja seguro, eficaz e adequado para você.

Tipos de métodos anticoncepcionais reversíveis

Há diversas formas de controle de natalidade, algumas com hormônios e outros sem. Além disso, alguns métodos são permanentes e outros reversíveis.

Entre os métodos anticoncepcionais reversíveis, os DIUs (dispositivos intrauterinos) e implantes anticoncepcionais são os mais eficazes na prevenção da gravidez. Como eles não exigem que você faça nada depois de implantados, são tão eficazes quanto os métodos permanentes (ex.: vasectomia, laqueadura de trompas) e podem durar até 3 a 10 anos, dependendo do método usado. Entretanto, podem ser removidos a qualquer momento caso você decida que quer engravidar. Como esses métodos podem durar por longos períodos de tempo, são conhecidos como anticoncepcionais reversíveis de ação prolongada (LARC).

Embora os DIUs e implantes anticoncepcionais não exijam que você faça nada depois de serem implantados, outros métodos exigem mais esforço, como as pílulas anticoncepcionais que você precisa lembrar de tomar todos os dias, e os preservativos, que precisam ser usados da maneira correta toda vez que você tiver relação sexual. Como esses métodos exigem mais esforço para a maioria das mulheres, são menos eficazes que os DIUs e implantes na prevenção da gravidez.

Métodos anticoncepcionais reversíveis altamente eficazes

Foto de um DIU

DIU

DIUs e implantes são altamente eficazes - Menos de 1 em 100 podem esperar engravidar durante o primeiro ano de uso. Eles incluem
  • Dispositivo intrauterino Copper T (DIU) - Este DIU é um pequeno dispositivo em forma de "T". O médico o coloca dentro do seu útero para prevenir a gravidez. Pode permanecer no útero até 10 anos.
  • DIU hormonal - É um pequeno dispositivo em forma de T, como o DIU Copper T. Também precisa ser colocado no útero por um médico. Libera uma pequena quantidade de hormônio (progestina) todos os dias para impedir que você engravide. Pode permanecer no útero até 3 a 5 anos, dependendo do tipo escolhido.
  • Implante - O implante é uma haste fina que é inserida sob a pele da parte superior do braço. É tão pequeno que a maioria das pessoas não o vê depois de inserido. A haste contém um hormônio (progestina) que é liberado no seu corpo. O implante pode funcionar até 3 anos.
Imagem de pílulas anticoncepcionais

Pílulas

Métodos anticoncepcionais moderadamente eficazes

Esses métodos são moderadamente eficazes - Aproximadamente 6 a 12 entre 100 mulheres podem esperar engravidar durante o primeiro ano de uso. Eles incluem

  • Injeção - Se você escolher este método, seu médico aplicará uma injeção de hormônio (progestina) nas suas nádegas ou no braço a cada 3 meses.
  • Pílulas anticoncepcionais - Também chamadas "anticoncepcionais orais combinados", essas pílulas são prescritas por um médico, e contêm os hormônios estrogênio e progestina. A pílula deve ser tomada no mesmo horário todos os dias. Se você tiver mais de 35 anos e fumar, tem histórico de coágulo sanguíneo ou câncer de mama, seu médico poderá recomendar que não tome a pílula.
  • Foto de mulher usando o adesivo

    Patch

    Pílula somente de progesterona - Também chamada de "minipílula". Ao contrário da pílula combinada, a pílula somente de progesterona contém apenas um hormônio, progesterona. Também é receitada por um médico. É muito importante tomá-la no mesmo horário todos os dias. Este método e outros métodos anticoncepcionais somente de progestina (ex. DIUs hormonais, implantes ou injeções) podem ser uma boa opção para você se você não toma estrogênio.
  • Adesivo - O adesivo é similar a uma bandagem quadrada, e é usado na parte inferior do abdômen, nas nádegas ou na parte superior do corpo (mas não nas mamas). Este método é receitado por um médico. Libera os hormônios progesterona e estrogênio. Você precisa colocar um novo adesivo uma vez por semana por três semanas. Durante a quarta semana, você não precisa usar adesivo, para que possa menstruar. Mulheres que pesam mais de 198 libras têm maior probabilidade de engravidar do que mulheres que pesam menos enquanto usam o adesivo.
  • Foto de um diafragma

    Diafragma

    Anel anticoncepcional vaginal - O anel libera os hormônios progestina e estrogênio. Este método é receitado por um médico. Você coloca o anel dentro da vagina por três semanas, retira-o na semana em que menstrua, e a seguir coloca um novo anel.
  • Diafragma ou capuz cervical - Esses métodos são colocados dentro da vagina para cobrir o colo uterino e bloquear o esperma. O diafragma tem a forma de uma cuba rasa. O capuz cervical é uma cuba em forma de dedal. Antes da relação sexual, insira-o com um espermicida para bloquear ou matar o esperma. Consulte seu médico para verificar o ajuste adequado porque os diafragmas e capuzes cervicais vêm em tamanhos diferentes.

Os métodos anticoncepcionais menos eficazes

Foto de um preservativo masculino

Preservativo masculino

Esses métodos são menos eficazes - 12 ou mais entre 100 mulheres podem esperar engravidar durante o primeiro ano de uso. Eles incluem

  • Preservativo masculino - Um preservativo masculino é usado por um homem, e impede que o esperma entre no corpo da mulher. Preservativos de látex, o tipo mais comum, ajudam a prevenir a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis (STDs), inclusive HIV e zika, da mesma forma que os preservativos sintéticos mais recentes.  Preservativos "naturais" ou de "pele de cordeiro" também ajudam a prevenir a gravidez, mas podem não proteger contra o zika ou STDs, inclusive o HIV. Cerca de 18 entre 100 mulheres que usam este método engravidarão durante o primeiro ano de uso. O preservativo é o único anticoncepcional que reduz o risco de gravidez, zika e STDs. Os preservativos devem ser usados correta e consistentemente toda vez que você tiver relação sexual.
  • Foto de um preservativo feminino.

    Preservativo feminino

    Preservativo feminino - O preservativo feminino é usado por uma mulher, e ajuda a impedir a entrada de esperma no corpo. É embalado com um lubrificante, e está disponível em farmácias. Pode ser inserido até 8 horas antes da relação sexual. Os preservativos femininos podem ajudar a prevenir STDs. Cerca de 12 gravidezes ocorrem entre 100 mulheres que usam preservativos.
  • Espermicidas- Esses produtos matam o esperma, e vêm em várias formas: espuma, gel, creme, película, supositório ou comprimido. Coloque-os na vagina não mais de 1 horas antes da relação sexual, e deixe-os no lugar pelo menos 6 a 8 horas após a relação sexual. Você pode usar um espermicida além de um preservativo masculino, diafragma ou capuz cervical. Podem ser comprados em farmácias. Em média, 28 gravidezes ocorrem entre 100 mulheres que usam espermicidas como método anticoncepcional principal.
  • Planejamento familiar natural ou conscientização sobre fertilidade - Entender seu padrão de fertilidade mensal pode ajudar você a planejar ou evitar a gravidez. Seu padrão de fertilidade é o número de dias do mês em que você está fértil (capaz de engravidar), dias em que você está infértil, e dias em que a fertilidade é improvável, mas possível. Se você tiver um ciclo menstrual regular, tem cerca de 9 ou mais dias férteis por mês. Se você estiver praticando este método anticoncepcional, não deve ter relação sexual nos dias em que está fértil ou usar um método anticoncepcional de barreira como um preservativo masculino ou feminino nesses dias. As taxas de gravidez podem variar; em média, 24 gravidezes ocorrem entre 100 mulheres que usam planejamento familiar ou conscientização sobre fertilidade como método anticoncepcional principal.

Métodos anticoncepcionais permanentes

Menos de 1 entre 100 mulheres que usam métodos anticoncepcionais permanentes engravidarão a cada ano. Eles incluem

  • Laqueadura ou "ligação das trompas". Uma mulher pode ligar (ou fechar) as trompas de Falópio para que o esperma e os óvulos não se encontrem para fertilização. O procedimento pode ser realizado em um hospital ou em um centro cirúrgico ambulatorial. Você pode ir para casa no mesmo dia da cirurgia e retomar suas atividades normais dentro de alguns dias. Este método tem efeito imediato.
  • Esterilização transcervical - Um tubo fino é usado para rosquear um pequeno dispositivo em cada trompa de Falópio. Isso irrita as trompas de Falópio e causa a formação de tecido cicatricial e o bloqueio permanente das trompas. Pode levar cerca de 3 meses para a formação do tecido cicatricial, portanto você deve usar outra forma de anticoncepcional durante esse período. Volte ao médico para um teste para confirmar se o tecido cicatricial bloqueou totalmente as trompas de Falópio.
  • Esterilização masculina - vasectomia. Esta operação é realizada para impedir que o esperma de um homem vá para seu pênis de modo que sua ejaculação não contenha esperma que possa fertilizar um óvulo. O procedimento é realizado em um centro cirúrgico ambulatorial. O homem pode ir para casa no mesmo dia. O tempo de recuperação é menos de 1 semana. Após a operação, um homem visita seu médico para testes de contagem de esperma e para assegurar que a contagem de esperma caia para zero; isso leva cerca de 12 semanas. Outra forma de anticoncepcional deve ser usada até que a contagem de esperma do homem tenha caído para zero.

Anticoncepcional de emergência

Anticoncepcional de emergência NÃO é um método regular de anticoncepcional. O anticoncepcional de emergência pode ser usado se você não usou anticoncepcional durante a relação sexual ou se o seu método anticoncepcional (ex. seu preservativo quebrou ou deslizou).

Você pode usar esta tabela para saber mais sobre a gama de opções de controle de natalidade e entender qual delas é a mais adequada ao seu estilo de vida e necessidades.

Início