Vá diretamente para a pesquisa Vá diretamente para a lista de A a Z Vá diretamente para a navegação Vá diretamente para as opções de página Vá diretamente para o conteúdo do site

Coleta e envio de amostras de fluido corporal para teste do zika vírus

Este site é atualizado com frequência, no entanto, alguns conteúdos podem ser exibidos em inglês até que sejam traduzidos.

Preparação para a coleta de amostras de fluido corporal

  • Antes de coletar amostras, obtenha o devido consentimento do paciente para coletar e testar a presença do zika vírus nas amostras.
  • Todos os envios devem ser feitos por meio do departamento de saúde estadual ou municipal. As amostras NÃO devem ser enviadas diretamente ao CDC sem a orientação do seu departamento de saúde estadual ou local.
  • Revisar o formulário 50.34 do CDC. Este formulário deve ser preenchido eletronicamente e enviado junto com todas as amostras.
  • Revise a EUA da FDA para o ensaio Trioplex RT-PCR em tempo real (rRT-PCR), que permite o teste de soro e líquido cefalorraquidiano para zika vírus, chikungunya e dengue. A urina e o líquido amniótico só podem ser testados quanto ao zika vírus.
  • Revise a EUA da FDA para MAC-ELISA para zika, que permite o teste de soro e líquido cefalorraquidiano para detectar anticorpos IgM antizika.

Coleta de soro e líquido cefalorraquidiano (LCR)

  • Os testes NAT para RNA (teste de ácido nucleico) e de anticorpos podem ser realizados em soro e LCR.
  • Pelo menos 1,0 ml* de soro ou LCR são necessários para a realização do teste.
  • Transfira o soro ou LCR para um tubo plástico medindo cerca de 50 mm de altura e 15 mm de diâmetro (p. ex.: tubo criogênico de 1,8 ml ou microtubo de 2,0 ml), com tampa roscada fixada com película termoplástica autovedante de laboratório.
  • Para testes de isolamento de vírus, as amostras devem ser congeladas assim que possível (≤ -20 °C).
    • Para teste de anticorpos e NAT para RNA, as amostras devem ser mantidas sob refrigeração (2 a 8 °C) ou congeladas (-≤ 20 °C).
    • Para o armazenamento em longo prazo, mantenha o restante da amostra a ≤ -70 °C.

Coleta de fluidos corporais diferentes de soro ou LCR (por exemplo, urina, líquido amniótico)

  • NAT para RNA e isolamento viral podem ser realizados em outros fluidos corporais para teste de diagnóstico (ex.: urina e líquido amniótico**) ou para fins de pesquisa (ex.: sêmen).
  • Envie 0,5 a 1,0 ml da amostra em um tudo de ensaio esterilizado com tampa roscada fixada com película termoplástica autovedante de laboratório. Certifique-se da vedação, pois amostras com vazamentos não serão aceitas.
  • Para coletas de urina e sêmen, a amostra de urina deve ser coletada antes.
  • Para teste NAT para RNA, as amostras devem ser mantidas sob refrigeração (2 a 8 °C) ou congeladas (-≤ 20 °C) para armazenamento e envio.
  • Para testes de isolamento de vírus, as amostras devem ser congeladas assim que possível (≤ -20 °C).
  • Para o armazenamento em longo prazo, mantenha o restante da amostra a ≤ -70 °C.

Preenchimento do formulário de envio ao CDC

Leia as instruções de envio de amostras para diagnóstico ao CDC. Preencha eletronicamente o formulário 50.34 de envio de amostras do CDC. Os formulários preenchidos à mão não serão aceitos.

OBSERVAÇÃO:
Os testes não serão iniciados sem a inclusão de:

  • Data do início dos sintomas
  • Data de coleta da amostra
  • Qualquer histórico de viagem relevante (viagens nas últimas 12 semanas)
  • O nome do paciente (OBRIGATÓRIO para enviar amostras)

Para possibilitar a impressão do formulário 50.34 de envios ao CDC, cada um dos campos a seguir deve estar preenchido conforme a orientação:

  • Campo Origem da amostra (localizado na página 1, no canto superior esquerdo); selecione "HUMANO" no menu suspenso.
  • Campo Nome do pedido de teste (localizado na página 1, na parte superior esquerda); selecione "SOROLOGIA DE ARBOVÍRUS" no menu suspenso.
  • Campo E-mail do emissor original (localizado na página 1, na caixa média central); digite seu endereço de e-mail.
  • Campo Breve resumo clínico (localizado na página 2, no topo da página), inclua:
    • Os nomes dos arbovírus cujos testes você está solicitando, caso saiba. Por exemplo, digite neste campo "teste de zika", teste de dengue" ou "teste de chikungunya".
    • Se quiser solicitar testes diferentes de sorologia, informe o tipo de solicitação de teste neste campo.
Envio de soro, LCR e outros fluidos corporais
  • Todas as amostras devem ser armazenadas e enviadas sob refrigeração ou congelamento, dependendo das necessidades do teste descritas acima. Para amostras sob refrigeração, a amostra deve ser colocada em um recipiente isolado com sacos de gelo adequados para garantir a integridade da amostra ("cadeia fria"). Para amostras congeladas, envie a amostra com gelo seco suficiente para garantir que as amostras permaneçam congeladas até serem recebidas.
    • Para testes no CDC Fort Collins, CO, enviar amostras para:
      Arboviral Diseases Branch Diagnostic Laboratory
      Centers for Disease Control and Prevention
      3156 Rampart Road
      Fort Collins, Colorado 80521
  • Para perguntas adicionais à Arboviral Diseases Branch, ligue para 970-221-6400.

* Recomenda-se o aumento do volume em 1,0 ml para suporte a plataformas de grande extração.
** A saliva não demonstrou superioridade em relação às taxas de detecção quando em comparação ao soro e à urina, portanto, não é mais recomendada.

Como notificar os resultados do teste

  • Os resultados dos testes feitos no CDC serão relatados ao departamento de saúde estadual.
  • Os resultados dos testes feitos nos departamentos de saúde estaduais ou locais ou os resultados que eles receberem dos testes no CDC serão distribuídos do departamento de saúde para quem fez o envio.
  • O prazo de entrega dos resultados dependerá do volume de testes, do tipo de teste solicitado e dos sistemas existentes de relatório de resultados.
Início