Vá diretamente para a pesquisa Vá diretamente para a lista de A a Z Vá diretamente para a navegação Vá diretamente para as opções de página Vá diretamente para o conteúdo do site

Testes de diagnóstico para zika vírus

Este site é atualizado com frequência, no entanto, alguns conteúdos podem ser exibidos em inglês até que sejam traduzidos.

Sumário

  • Pontos principais: o CDC e vários departamentos de saúde estaduais e locais estão fazendo testes para zika vírus. Diferentes testes de diagnóstico estão disponíveis para ajudar a determinar se uma pessoa está infectada com a doença causada pelo zika vírus. Os profissionais de saúde devem entrar em contato com seus departamentos de saúde estadual ou municipal para facilitar os testes.

Se você tem um paciente sintomático que vive ou viajou recentemente para uma área com risco de zika, ele pode ter sido infectado com outros vírus transmitidos por mosquitos, como dengue ou chikungunya, que muitas vezes circulam nas mesmas regiões geográficas e apresentam uma doença clínica similar.

A FDA emitiu uma autorização de uso de emergência (EUA) para várias ferramentas de diagnóstico para o zika vírus, inclusive ensaio Trioplex RT-PCR em tempo real e MAC-ELISA para zika, que estão sendo distribuídos aos laboratórios qualificados.

Teste molecular para zika vírus

Para pessoas sintomáticas infectadas pelo zika vírus, o RNA do zika vírus às vezes pode ser detectado precocemente no curso da doença. O NAT (teste de ácido nucleico) para RNA deve ser realizado em soro colhido durante as duas primeiras semanas após o início dos sintomas. O NAT para RNA também deve ser realizado em amostras de urina coletadas menos de 14 dias após o início dos sintomas. A urina sempre deve ser coletada com uma amostra de soro compatível com o paciente. Um resultado de NAT para RNA positivo de qualquer amostra confirma a infecção pelo zika vírus e nenhum teste adicional é indicado. Um resultado de NAT para RNA negativo não exclui a infecção pelo zika vírus e o soro deve ser analisado pelo teste de anticorpos IgM (sorológico).

Para as mulheres grávidas assintomáticas que viajaram para áreas com avisos de viagem sobre zika do CDC, são recomendados testes NAT para RNA no soro e urina no prazo de 2 semanas a contar da data da última exposição possível. O teste NAT para RNA também é indicado para mulheres grávidas que se apresentam para tratamento ≥ 2 semanas após a exposição e que apresentaram IgM positivo. Em áreas com avisos de viagem sobre zika do CDC, as mulheres grávidas assintomáticas devem ser submetidas a testes de IgM como parte do tratamento obstétrico de rotina nos 1º e 2º trimestres. O teste NAT para RNA confirmatório é incluído como teste subsequente para mulheres com IgM positivo.

Ensaio Trioplex RT-PCR em tempo real

O Trioplex rRT-PCR é um teste de laboratório concebido para detectar o RNA do zika vírus, do vírus da dengue e do vírus chikungunya. A Food and Drug Administration (FDA) não autorizou nem aprovou este teste. No entanto, a FDA autorizou o uso deste teste sob os termos de uma Autorização de Uso de Emergência (EUA). Mais informações sobre o ensaio Trioplex rRT-PCR podem ser obtidas no site Orientação para laboratório.

Zika vírus – Instruções para teste de ensaio Trioplex RT-PCR em tempo real:

Consulte Entendendo os resultados de teste do zika vírus para obter fichas técnicas de profissional de saúde e pacientes sobre o ensaio Trioplex RT-PCR em tempo real.

Teste sorológico para zika vírus

A sorologia IgM e os anticorpos neutralizadores específicos do zika vírus geralmente se desenvolvem próximo ao fim da primeira semana da doença. Os níveis de IgM são variáveis, mas geralmente são positivos a partir do dia quatro após o início dos sintomas e continuam por 12 semanas. Portanto, se o NAT para RNA for considerado negativo no soro e na urina, devem ser realizados testes de anticorpos IgM para infecções pelo zika vírus, vírus da dengue e vírus chikungunya. Além disso, amostras de soro coletadas >=14 dias após o início dos sintomas, sem amostras coletadas anteriormente, devem ser testadas para anticorpos IgM contra o zika vírus, vírus da dengue e vírus chikungunya.

MAC-ELISA para zika

O Ensaio Imunossorvente por Ligação Enzimática de Captura de Anticorpos IgM para zika (MAC-ELISA para zika) é usado para a detecção qualitativa de anticorpos IgM do zika vírus no soro ou líquido cefalorraquidiano; no entanto, devido à reação cruzada com outros flavivírus e possível reatividade não específica, os resultados podem ser difíceis de interpretar. Consequentemente, os testes tidos como positivos, duvidosos ou inconclusivos devem ser encaminhados para confirmação por testes de neutralização por redução de placas (PRNT). O PRNT é realizado pelo CDC ou por um laboratório de testes de confirmação designado pelo CDC para confirmar resultados tidos como positivos, duvidosos ou inconclusivos de IgM.

Recursos para laboratórios dos EUA


Recursos para laboratórios internacionais

Consulte Entendendo os resultados de testes do zika vírus para obter as fichas técnicas do profissional de saúde e pacientes do teste MAC-ELISA

O teste IgM específico para zika vírus deve ser realizado em mulheres grávidas assintomáticas que viajaram para uma área com zika no prazo de 2 a 12 semanas após a viagem ou que tiveram contato sexual com um homem cuja infecção pelo zika vírus foi confirmada. Em áreas com transmissão ativa do zika vírus, as mulheres grávidas assintomáticas devem ser submetidas a testes de IgM como parte do tratamento obstétrico de rotina nos 1º e 2º trimestres.

Resultados de IgM tidos como positivos, duvidosos ou inconclusivos devem ser encaminhados para confirmação por PRNT.

Teste de neutralização por redução de placas (PRNT)

Amostras com resultados de testes de IgM tidos como positivos, duvidosos ou inconclusivos devem ser encaminhadas para confirmação por PRNT.

Para obter mais informações sobre resultados de testes de diagnóstico, consulte Orientação provisória para interpretação dos resultados do teste de anticorpos para o zika vírus.

INÍCIO