Vá diretamente para a pesquisa Vá diretamente para a lista de A a Z Vá diretamente para a navegação Vá diretamente para as opções de página Vá diretamente para o conteúdo do site

Efeitos durante a gravidez

Este site é atualizado com frequência, no entanto, alguns conteúdos podem ser exibidos em inglês até que sejam traduzidos.

Prevemos que o curso da doença causada pelo zika vírus em gestantes seja similar ao da população em geral. Não existe nenhuma evidência que sugira que as gestantes são mais suscetíveis ou tenham doença mais grave durante a gravidez. Não se sabe se as gestantes são mais suscetíveis à síndrome de Guillain-Barré.

Microcefalia e outros defeitos congênitos

Sabemos que a infecção pelo zika vírus durante a gravidez é uma causa de microcefalia congênita e anormalidades cerebrais graves. O zika vírus também foi ligado a outros problemas na gravidez e em fetos e bebês infectados antes do nascimento, como aborto, nascimento de natimorto e outros defeitos congênitos.

Um padrão distinto de defeitos congênitos, a chamada síndrome congênita do zika, surgiu entre fetos e bebês de mulheres infectadas pelo zika durante a gravidez. Além de incapacidades cognitivas, sensoriais e motoras compartilhadas com outros defeitos congênitos, a síndrome congênita do zika está associada a cinco tipos de defeitos congênitos que não são observados ou ocorrem raramente com outras infecções (por ex., citomegalovírus ou rubéola) durante a gravidez.

  • Microcefalia grave resultante de crânio com afundamento parcial
  • Tecido cerebral reduzido com danos ao cérebro (indicado por um padrão específico de depósitos de cálcio)
  • Danos à parte posterior do olho com padrão específico de mácula e aumento da pigmentação
  • Alcance limitado de movimentos das juntas, como pé torto
  • Excesso de tônus muscular, limitando os movimentos corporais após nascimento.

Os pesquisadores estão coletando dados para entender melhor a extensão em que o zika vírus afeta as mães e seus filhos. Estudos estão sendo feitos para investigar o espectro total dos resultados da infecção pelo zika vírus durante a gravidez, inclusive o papel exercido por outros fatores (por exemplo, infecções anteriores ou simultâneas, nutrição e ambiente) e os efeitos da infecção congênita sobre o desenvolvimento.

Infecção periconcepcional

Existe informação limitada sobre o risco de infecção periconcepcional pelo zika vírus (definida como infeção durante as 8 semanas antes da concepção ou 6 semanas antes do último período menstrual). Relatos iniciais de casos sugerem que pode haver resultados adversos associados à infecção pelo zika vírus no início da gravidez, inclusive interrupção da gravidez e microcefalia severa. Informações de outras infecções virais (por ex., citomegalovírus) ocorrendo próximo ao momento da concepção indicam que há associações entre infecções periconcepcionais e resultados adversos, embora o momento da infecção e da concepção nesses casos seja geralmente desconhecido.

INÍCIO